Bolsonaro admite não ir a debates por razão estratégica, não de saúde – Claudio Tognolli

O candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro, que havia utilizado o argumento da recomendação médica para não comparecer aos debates do segundo turno com Fernando Haddad (PT) até o dia 18 de outubro – o que envolvem quatro debates, na Band, RedeTV!, Gazeta e SBT – admitiu nesta quinta-feira 11 que foge por questão estratégica.

A declaração foi feita em um ato realizado com parlamentares de seu partido no Rio de Janeiro, onde discursou por 25 minutos. Bolsonaro disse que “existe a possibilidade [de não ir a debates], sim, [por questão] estratégica”. O ato aconteceu mesmo depois de Bolsonaro ter dito que não teria condições de saúde para ir ao debate desta sexta, na Band, que deve ser adiado pela emissora.

error:
0