Argentina pede moratória ao FMI | Claudio Tognolli

A Argentina pediu ao FMI (Fundo Monetário Internacional) a revisão dos vencimentos de sua dívida de US$ 56 bilhões, que começam em 2021, para aliviar a atual turbulência no mercado cambial, anunciou nesta quarta-feira (28) o ministro da Fazenda, Hernán Lacunza.

“Argentina propôs [ao FMI] iniciar o diálogo para reperfilar os vencimentos da dívida”, disse Lacunza em uma coletiva de imprensa na qual anunciou outras iniciativas para postergar o pagamento de bônus aos investidores institucionais.

O ministro estimou que as conversas podem começar no mandato do atual presidente, Mauricio Macri, mas que terminariam “inexoravelmente” no próximo governo, que começa em 10 de dezembro.

error: