Apreensão recorde de cocaína no Porto de Santos teve até ataque de piratas – Claudio Tognolli

Tripulantes do navio Grande Francia, de bandeira italiana, foram neste domingo (12), flagrados criminosos armados invadiram a embarcação, que estava ancorada no Porto de Santos, aguardando liberação para atracar. A bordo do navio, da armadora Grimaldi, foram encontrados mais de 1,3 mil quilos de cocaína, em 41 bolsas.

Pelo menos quatro homens armados participaram da ação, de acordo com informações da Polícia Federal. A invasão foi flagrada por volta das 2 horas por parte da tripulação, que estava acordada, e que comunicou o ocorrido ao capitão da embarcação. O alerta de pânico – procedimento realizado em casos como este – foi, então, acionado, e todos orientados a se trancar nos locais onde estavam.

Os pedidos de socorro à central foram feitos com os invasores ainda no navio. Tanto as autoridades brasileiras quanto as embarcações ao redor foram comunicadas da situação. No entanto, a maré alta dificultou qualquer operação ofensiva que confrontasse os criminosos – as ondas ultrapassaram os 2,5 metros naquele horário, segundo dados do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe).

Algumas horas depois, a tripulação do Grande Francia percebeu que os invasores haviam deixado a embarcação. As autoridades foram avisadas a respeito pelo capitão, que informou ainda que havia encontrado dois contêineres abertos e revirados. 

Somente após o navio, escoltado, adentrar o cais santista, na Margem Direita, e atracar, é que foi possível uma vistoria, por parte de equipes da Polícia Federal e da Receita Federal. Foi nessa verificação que se constatou que nada de ilegal havia nos contêineres revirados, mas, sim, em outros dois contêineres, aparentemente intactos: 41 bolsas pretas, com 1.202 tabletes de cocaína, pesando ao todo 1.322 kg. 

A Polícia Federal investiga se a droga foi levada ao navio através de içamento, assim como ocorreu com o navio Grande Nigéria, também da armadora Grimaldi, durante a madrugada da última terça-feira (7). A apreensão da semana passada era considerada recorde. O total apreendido neste domingo foi maior. Uma das suspeitas é de que um mesmo grupo esteja envolvido em ambas as ações criminosas.

A Tribuna On-line procurou representantes da Grimaldi, mas até a publicação desta matéria a Reportagem não obteve retorno da empresa.

Leia mais em: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/policia/navio-que-aguardava-para-entrar-no-cais-santista-e-invadido-por-piratas/?cHash=b6e778976da997e77c0c46c6e51c0c65

error:
0