RIO – Mulher do governador Wilson Witzel, a primeira-dama, Helena Witzel, foi internada de emergência no Hospital dos Bombeiros Aristarcho Pessoa, no Rio Comprido, Zona Norte do Rio, na manhã desta quinta-feira (28). Alvo de operação da Polícia Federal há dois dias, quando teve celulares e documentos apreendidos, ela teria tido um pico de pressão e, após o atendimento, segue com o quadro estável, em observação. Ela chegou à unidade de saúde acompanhada de Witzel. A informação da internação foi inicialmente publicada pelo jornal Correio da Manhã e confirmada pelo GLOBO.

Ligações perigosasAs ligações suspeitas da empresa que tem contrato com Helena Witzel

Assim como o governador Wilson Witzel, Helena é aguardada para depor à Polícia Federal por suspeita de desvio de recursos públicos envolvendo o empresário preso Mário Peixoto. Na decisão que autorizou os mandados de busca e apreensão na casa do governador e da primeira-dama, o ministro do Superior Tribunal de Justiça Benedito Gonçalves determinou “oitiva imediata” do casal, que deverá prestar depoimento à Polícia Federal nos próximos dias.

Contratos da primeira-dama: Helena tem contrato como advogada do PSC de Witzel com salário de R$ 22 mil

Em nota, o governo do Estado informou que a primeira-dama foi internada após um mal estar. “O governador Wilson Witzel acompanhou a esposa, que foi examinada e passa bem. Ela será reavaliada para ser liberada em seguida. O governador já voltou ao Palácio Laranjeiras”, diz o comunicado.