Alemanha supera 1 milhão de casos de covid-19 | Claudio Tognolli

Deutsche Welle

Homens com roupa de proteção tiram amostra de boca de garoto para teste de covid-19Alemanha registra mais de 22 mil novas infecções diárias, número próximo do recorde de 23.648 contágios em 24 horas

A Alemanha superou nesta sexta-feira (27/11) a marca de 1 milhão de casos de infecção pelo novo coronavírus, no mesmo dia em que mais um recorde de mortes por covid-19 foi estabelecido, com o registro de 426 óbitos.

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Robert Koch (RKI), agência governamental alemã de controle e prevenção de doenças infecciosas, já foram contabilizadas 15.586 mortes causadas pela doença desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas, foram notificadas 22.806 infecções, número ainda próximo do recorde de novos casos diários, alcançado na última sexta-feira, com 23.648 contágios.

Desde o início do ano, quando começou a propagação do novo coronavírus na Alemanha, 1.006.394 pessoas contraíram o novo coronavírus. Ainda de acordo com o RKI, 696.100 delas são consideradas recuperadas.

A agência epidemiológica informa que a incidência acumulada nos últimos sete dias no país é de 137,8 casos para cada 100 mil habitantes, indicador que ainda é considerado preocupante.

Já o fator de reprodução (R), que leva em consideração as infecções em um intervalo de sete dias, na comparação com os sete anteriores, está na casa de 0,9. Isso indica que, cada 100 pessoas infectadas contagiam outras 90.

De acordo com a Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e Medicina de Urgência, há 3.826 pacientes internados em UTIs de hospitais do país, sendo que 2.290 necessitam da ajuda de aparelhos para respirar.

Lockdown continua

Nesta quarta-feira, a chanceler federal alemã, Angela Merkel, e os governadores dos 16 estados do país concordaram em estender até dezembro o lockdown parcial em vigor desde o início de novembro, num esforço para reduzir ainda mais a taxa de infecção por coronavírus antes do Natal.

No último dia 2, a Alemanha impôs uma série de medidas restritivas na tentativa de conter uma segunda onda de contágio, fechando restaurantes, bares, academias e áreas de lazer, mas mantendo abertas escolas, lojas e salões de cabeleireiro.

O lockdown parcial foi inicialmente programado para durar quatro semanas, até o fim deste mês. Agora, Merkel anunciou que as medidas serão estendidas até pelo menos 20 de dezembro, com a possibilidade de uma prorrogação até o início de janeiro.

error: