Agência da Rússia apresenta medicamento para tratar COVID-19 | Claudio Tognolli

Sputnik – A Agência Federal para Assuntos Médico-Biológicos (FMBA) da Rússia anunciou em declaração que apresentou um medicamento para tratar o coronavírus – a pandemia que tem afetado quase todos os cantos do globo.

A FMBA está trabalhando “em um esquema eficaz e seguro para prevenir a infecção pelo coronavírus com base na mefloquina, que não só superará o pico de incidência, mas também a controlará eficazmente no futuro”, disse o serviço de imprensa.

O comunicado observa que o centro de pesquisa e produção Farmzaschita desenvolveu um esquema de tratamento levando em conta a experiência chinesa e francesa.

“A droga de alta seletividade bloqueia o efeito citopático do coronavírus em cultura celular e impede sua replicação e o efeito imunossupressor da mefloquina impede a ativação de uma resposta inflamatória causada pelo vírus. A adição de antibióticos macrolídeos e penicilinas sintéticas não só previne a formação da síndrome bacteriológica viral secundária, mas também aumenta a concentração do agente antiviral no plasma e pulmões”, disse Veronika Skvortsova, chefe da FMBA.

Ela enfatizou que isso garantirá o tratamento eficaz de pacientes com COVID-19 de vários graus de severidade.

Além disso, um esquema eficiente e seguro de prevenção de coronavírus está sendo desenvolvido com base na mefloquina, especificou o serviço de imprensa.

© REUTERS / DADO RUVICTubo de ensaio para teste de coronavírus, 29 de janeiro de 2020

No início deste sábado (28), o gabinete operacional da Rússia para prevenção da propagação da COVID-19 relatou que o número de pacientes infectados com o coronavírus em território russo aumentou para 228 pessoas nas últimas 24 horas e que mais uma pessoa morreu.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a COVID-19 uma pandemia em 11 de março. Mais de 614 mil casos foram confirmados em todo o mundo até o momento e mais de 28 mil pessoas morreram devido a complicações causadas pelo coronavírus.

error: