75% dos postos do cartel Ipiranga, Shell/Raízen e BR não repassaram ao consumidor o desconto imediato de R$ 0,46 no preço do diesel, denuncia portal G1, da Globo – Claudio Tognolli

Novo levantamento do G1, nesta quarta-feira (6), apontou em 66 (75%) de 88 postos de combustível de todos os estados do não repassaram ao consumidor o desconto imediato de R$ 0,46 no preço do diesel, que o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, havia prometido para a segunda-feira (4).

De acordo com os dados, 62 postos (70%) nem sequer ofereceram o desconto de R$ 0,41, valor apontado pela Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência (Plural) como o valor real de desconto na bomba. A entidade representa as maiores distribuidoras de combustíveis do Brasil, Shell Raízen, Ipiranga e BR, donas de 70% do mercado.

Só nesta semana um posto Ipiranga foi fechado pela polícia em Cuiabá e, na Bahia, a Ipiranga é investigada por cartel:

Posto de combustível Ipiranga é fechado durante operação por fraude em bomba em Cuiabá

 

error:
0